Jornal Caiçaras

CORONAVÍRUS

Europa tem nova onda de Covid-19 com mais casos que a anterior, alerta OMS

Continente registrou novo recorde de casos diários na semana passada, superando o número de infecções no período em que foi considerada epicentro da pandemia
Depois de alguns meses com a Covid-19 sob controle, a situação da Europa, que já foi epicentro da pandemia, começa a piorar novamente. A Organização Mundial de Saúde emitiu um alerta de que o contágio pelo coronavírus na região aumentou e chegou a um patamar mais alto do que na primeira onda do vírus.
 
No primeiro momento da pandemia na Europa, Itália e Espanha se destacaram com as crises mais acentuadas. A região, como um todo, chegou a um recorde de 43 mil casos em um único dia, registrado em 1º de abril. Após a implementação de severas medidas de restrição, os casos foram controlados.
 
Agora, no entanto, o número de novos casos de Covid-19 diários na região já frequenta o patamar entre 40 mil e 50 mil casos, chegando a um novo recorde 54 mil registrado no último 11 de setembro.
 
Apesar desse crescimento, os óbitos não têm acompanhado o ritmo de aumento de casos, especialmente na comparação com a primeira onda. Governantes têm atribuído essa situação a um aumento na testagem, que foi um problema entre março e abril, o que indica que a região pode ter tido um volume muito maior de infecções no começo do ano, mas os pacientes não foram diagnosticados. A Itália, por exemplo, tem até hoje um patamar de letalidade acima de 10%, o que não significa que o vírus foi mais agressivo no país, mas indica que um volume enorme de casos não foram propriamente acompanhados e testados. A maior parte das pesquisas indica uma letalidade real por infecção entre 0,5% e 1%.
 
Hans Kluge, diretor da OMS no continente, aponta também uma tendência arriscada. Alguns países tem recomendado isolamento de apenas 7 a 10 dias após exposição a uma pessoa infectada, como é o caso de França, Reino Unido e Irlanda. Ele cita que as evidências científicas ainda apontam que o ideal ainda é pelo menos 14 dias de quarentena para garantir que a pessoa não está contaminada ou que não transmitirá o vírus de forma assintomática.
 
Até o momento, o continente europeu, formado por 53 países, concentra 5 milhões de casos e mais de 227 mil mortes pela Covid-19. Para referência, a população da Europa como um todo está em mais de 747 milhões, segundo os dados mais recentes das Nações Unidas.
 
Fonte: Site Olhar Digital